Gastronomia

“De que se alimenta este povo? Que gastronomia peculiar lhe conforta as entranhas, à mistura com esse néctar acre e leve, a espumar na malga vidrada?”
Modesto 1983.

 

O espírito criativo das gentes de Ribeira de Pena traduz-se na variedade de sabores e aromas da sua gastronomia. À mesa, embelezada por uma toalha de linho, é lançado o desafio de apreciar com prazer os produtos de uma região, onde tudo continua a nascer puro e natural.  Mas um rico e saboroso cardápio prolonga o desafio da escolha.

O Peixe

Truta em escabeche

 Trutas em escabeche

Os inúmeros rios e ribeiros da Ribeira oferecem abundante pesca para elaborar uma cozinha marinada de sabores naturais. Uma fritada de peixes do rio com arroz de feijão ou grelos malandro, feito em Maio, na altura das lavras, ou umas trutas do rio Beça em escabeche com batata cozida, são manjares dos mais deliciosos. Se a preferência recair sobre o tradicional bacalhau, recomendamo-lo em arroz malandro ou assado com batatas a murro, ou ainda em capotes de bacalhau (postas de bacalhau passadas por farinha e fritas) a acompanhar deliciosas couves com feijão.

A Carne

Milhos

Com méritos reconhecidos por toda a região, o cabrito e a vitela (maronesa) assados, ou cozinhados em fornos de lenha, deleitam os paladares mais exigentes. Outros pratos típicos são os milhos podendo ser escornados (com carne de vaca), esgravatados (com carne de galinha), esfuçados (com carne de porco) ou ricos (com todos os tipos de carne), e  um excelente arroz de morcela, que não deve ficar malandro.

A Doçaria

Rabanadas com mel

Rabanadas com mel

O leite-creme, a aletria, as rabanadas de mel, e outras, os mexidos (formigos), o pudim de ovos e as morcelas doces  são a tradicional tentação. O mel, apreciável pela sua qualidade e pureza, e as tradicionais compotas e marmelada são outros dos segredos da culinária típica Ribeirapenense. Também era tradicional os bolos de farinha triga e ovos feitos de uma massa leve (pouca farinha) deitada ás colheradas no tacho e depois de prontos passados por açucar.

 

Outros pratos tradicionais

Couves com feijão

Couves com feijão

  • Couves com Feijão – Muito comum e apreciado no Inverno, as couves com feijão eram um prato misto (sopa e conduto), cozinhado no pote de ferro sobre a lareira, e em cuja confeção entrava carne de porco, chouriço, morcela, feijão do caldo (miúdo de cor amarela) e gostosas couves destas serras e vales. Na altura das vindimas havia também uma variente deste prato em que a s couves com feijão eram servidas com posta de bacalhau então panada em ovo, salsa e pasta de farinha de trigo. Ainda em referencia a couves, não podemos deixar de referenciar o caldo feito com farinha milha e couve galega.
  • Pastelão de ovo com bacalhau ou salpicão.
  • Batatas assadas no assador das castanhas acompanhado com bacalhau na brasa e regado com bastante azeite e alho.
  •  Pratos de caça  – os apreciadores deste tipo de prato poderão ainda saborear várias espécies venatórias, como o javali, a lebre ou a perdiz, que deverão ser preparadas segundo as antigas receitas.

O Vinho

Vinho Verde

Vinho Verde

A riqueza gastronómica destas terras deve-se também ao sabor característico do Vinho Verde da região, temperado por um intenso e delicioso sabor a frutos. Bem fresco, é excelente complemento para todas as ocasiões.